Archive

Archive for the ‘Animes’ Category

Kino no Tabi

September 19, 2010 Leave a comment

Recomendação de uma boa animação japonesa, para quando o que mais se quer é assistir algo belo e calmo que possua algo além de só diversão e distração.

Este é Kino no Tabi, anime sobre a viagem de Kino, pelo máximo de países que conseguir, em um mundo fictício. Kino fica apenas três dias em cada lugar que visita, tentando descobrir e entender as realidades que encontra, não fazendo julgamentos morais sobre aquilo com que se depara, nem tentando resolver os problemas dos outros.

A realidade é sentida; e é isso que importa nessa jornada, já que não existe um objetivo a ser cumprido nessa trajetória como em algumas obras semelhantes.  

O que não falta na ficção em geral são personagens destemidos a ponto de serem pedantes em tanta coragem. Mas Kino é crível e incrível, usa de coragem junto com inteligência para conseguir sobreviver a cada novo dia seguinte sem nunca usar de impulsividade e ignorância.

Kino no Tabi é uma obra que te faz ter vontade de atiçar a própria coragem e determinação, de se arriscar mais na vida! Acende a chama do vontade de ser assim também.

Pois vontades e motivações são também inspiradas por conversas, situações e coisas que se lê ou assiste, e não apenas pela vontade e decisão de cada um. Não estou aqui me referindo a ser influenciável, mas a aceitar que diversos fatores são responsáveis pelos nossos desejos possuírem altos e baixos em suas implosões e explosões, e que não é apenas a realidade crua e palpável do dia-dia junto com o objetivo de cada um que molda o comportamento humano.  

Autoconsciência, em excesso, faz de algumas pessoas bons covardes. O que acaba extinguindo a vontade de se por em risco por algo que se quer de verdade, já que  a possibilidade de tudo simplesmente dar errado existe e parece sempre espreitar qualquer plano mais elaborado. Por isso a personagem Kino é tão encantadora, pois sabendo de suas fraquezas e limitações não se impediu de colocar o pé na estrada, de se por em perigo; tomou atitudes arriscadas mesmo sabendo que algo desastroso poderia advir de sua decisão ( os três coelhos na neve foi uma das coisas mais tensas a que já assisti com prazer).

 Kino enfiou a mão na cumbuca confiando que essa quebraria e lhe daria o prêmio, enquanto que quem se julga macaco velho, nem tentaria retirar o conteúdo desta. E assim, o fim a chegar será aquele comum, sem ter alcançado coisas grandes e realmente desejáveis, sem ter feito e visto nada invejável, sem ter arriscado nada valioso, pois se teve medo de ficar com a mão presa até o fim.

Categories: Animes